outubro 01, 2007

Salmos 12 verso 1
“Salva-nos, SENHOR, porque faltam os homens bons; porque säo poucos os fiéis entre os filhos dos homens.”

Os fiéis são poucos e eu não sou um deles, tenho afrontado o Deus que creio com arrogância. Uma prepotência tão forte de achar que eu posso fazer o que quiser, quando quiser e onde quiser, pois sei que tudo que acontecerá dependerá de mim e não de Deus. Sei que parece absurdo se pensar ainda mais alguém tão velho dentro de uma igreja, sim de igreja tenho toda uma vida, conversão é outra história. Aceitar que sou um pecador já é difícil, não por eu ser melhor que qualquer um (as vezes me sinto mesmo), mas aceitar que alguém que sempre foi tratado como um santo na verdade é a escória é forte e complicado demais. Resistir a tantas coisas é muito doloroso por que meus pecados me acalmam, me aliviam de uma forma ruim é claro por que me afastam de Deus, mas negar que fazem bem a minha carne e ao meu ego é piada e falta de caráter, negar que luto diariamente e que muitas das vezes sou derrotado é vergonhoso pra mim, mas necessário.
Creio que nesse meu modo estranho de ver as coisas, estou buscando não desculpas mas perdão de fato, e peço que os que lerem isso pensem ainda que seja por alguns minutos, em tudo que tem feito e se perguntem. “Ainda sou aquele que em meio a lágrimas, gritou pela misericórdia de Cristo e ainda o busco de todo coração? Ou tenho sido egoísta e mesquinho só querendo que Ele faça a minha vontade? Minhas atitudes refletem o perdão que o Senhor Jesus me deu na cruz e no momento em que o clamei? Ou tenho sido o pior dos idólatras, adorando a mim mesmo e fazendo de Deus meu brinquedo?
Uma vez me disseram que arrependimento vem de mudança de atitude. Nós deixamos uma direção para seguir outra totalmente oposta, ou seja, quando nos “arrependemos” devemos nos voltar para a direção contrária ao nosso erro, mas porque isso não acontece? Simples, somos fracos e deixamos que o pecado bata a nossa porta, não procuramos nos afastar dele achando que somos extremamente fortes contra ele, mas algo me intriga, se somos libertos porque caímos de novo? A liberdade foi nos dada, sim, contudo a fraqueza continua lá, o que chamamos de tentação, afinal ainda não fomos levados aos céus. Uma vez ouvi uma história que retrata bem o que digo: “Um índio leva seu filho a um floresta para caçar e a noite começa a lhe ensinar sobre a vida. E ele diz ao garoto: - Dentro de cada um existem dois lobos ferozes, o primeiro representa a bondade, o amor, a fé, compaixão, paciência... o outro representa o mal, a ganância, inveja, crueldade. Eles lutam entre si diariamente, um tentando derrotar o outro. O garoto olha pro pai e pergunta: - Mas pai, se eles estão dentro de mim e lutam sempre qual deles irá vencer? Seu pai olha para ele e diz: Vencerá aquele que você melhor alimentar.
Depende de nós também, a força engana os homens, achamos que devemos proteger os pontos fracos e esquecer os fortes, só que ao dar atenção exclusivamente aos pontos fracos esquecemos que os pontos fortes ficam sem proteção e justamente lá que somos atacados e por isso não entendemos como caímos.

2 Coríntios capítulo 5 versos de 5 a 8
“Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito. Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor (Porque andamos por fé, e não por vista). Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor.”
Vivemos ainda neste mundo perverso e cheio de defeitos que somos, temos errado e cada vez mais tem piorado, mas creio eu que o nosso pior erro é por Deus saber de tudo achamos que não precisamos implorar perdão e misericórdia. Sendo que é esperado isso de nós, andar na fé não quer dizer ausência de erros, mas consciência da nossa condição de pecadores e de estarmos sobre a graça de Jesus. Uma última pergunta e essa eu deixo pra vocês refletirem depois: O que temos desejado? Deixar este corpo e este mundo para habitar com o Senhor ou viver aqui com o máximo de conforto e prazer, afinal a vida é curta, não é?
Pense nisso e em mais uma coisa. Ninguém sabe a hora em que Ele volta.

Um comentário:

Roger Luiz disse...

malukooooooooo

né comentario naummm
kkkkkk
cara
ilha grande vai firma legal
falei com um maluko aew
q tem casa perto
ai a gente vai de manhã pega a barca roda por lá
e dorme lá e talz
ai lá a gente v oq faz
vo v direito essa parada
depois t falo